Anúncios

A verdadeira história do Halloween

O Halloween, ou Dia das Bruxas, como é conhecido no Brasil, é uma forte tradição cultural aqui na Irlanda, no Reino Unido, no Canadá e principalmente nos Estados Unidos. O nome “Halloween” é uma contração do termo “All Hallow’s Eve”, que significa “véspera de todos os santos”, no inglês antigo. O post de hoje é para desmitificar a ideia de que essa festa surgiu nos Estados Unidos, como a maioria acredita.

halloween 1

Mas afinal, onde realmente surgiu o Halloween?

Existem várias explicações para a sua origem, sendo uma delas o dia de Samhain, uma celebração celta. E, de fato, muitas das tradições que celebramos no Halloween vieram da cultura celta e gaélica.

Samhain, que significa novembro, em irlandês, representa o fim do verão e do período de colheita no calendário celta.

Os celtas acreditavam que Samhain era a ligação entre os vivos e os mortos, quando os espíritos dos vivos poderiam se misturar com os espíritos dos mortos. Também é dito que esta festa representava uma celebração das pessoas falecidas desde o último Samhain. Todos os anos os mortos eram celebrados. Na esperança de guiar os espíritos de seus entes queridos para o seu lugar de descanso, grandes fogueiras eram acesas para guiar os espíritos para o “outro lado”.

Mas isso não é tudo. Acreditava-se que os espíritos eram perigosos e poderiam passar para a terra dos vivos, muitas vezes praticando truques maldosos. Para impedir os espíritos de fazerem maldades, os vivos começaram a se vestir com fantasias, máscaras, capas, chifres e etc, a fim de enganar os espíritos como se eles fossem um deles.

Como o Halloween chegou aos Estados Unidos?

Na segunda metade do século XIX, houve uma grande migração irlandesa estimulada pelas péssimas condições na Irlanda, como a Grande Fome de 1840, a qual falamos sobre isso neste post aqui e a opressão britânica, então milhões de irlandeses fizeram o seu caminho para os Estados Unidos levando consigo suas tradições.

A lenda do Jack O’Lantern – a história da abóbora que antes era nabo

Há séculos as pessoas vêm fazendo as abóboras iluminadas no Halloween. A lenda do Jack O’Lantern surgiu de um mito irlandês que conta a história de um homem conhecido como “Jack Miserável”. Segundo a lenda, Jack Miserável convidou o diabo para tomar uma bebida com ele. Fiel ao seu nome, Jack Miserável não queria pagar a bebida, então convenceu o diabo a se transformar em uma moeda para que o Jack usasse para pagar as bebidas. Depois que o diabo fez isso, Jack decidiu pegar a moeda e colocá-la em seu bolso ao lado de uma cruz, o que impediu o diabo de voltar à sua forma original. Jack então solta o diabo sob a condição de que ele não o incomodaria durante um ano e que, se ele morresse, o diabo não poderia pedir a sua alma. No ano seguinte, Jack o enganou de novo fazendo o diabo subir em uma árvore para pegar um pedaço de fruta. Enquanto ele estava em cima da árvore, Jack esculpiu um sinal da cruz na casca da árvore para que o diabo não pudesse descer, até que o diabo prometeu a Jack que não o incomodaria por mais dez anos.

Passou um tempo e Jack morreu. Como esperado, Deus não permitiria que uma figura tão repugnante fosse ao céu. O diabo, por sua vez, tinha que manter sua palavra de não pedir a alma de Jack e não permitir que ele fosse para o inferno. Foi então que o diabo enviou Jack para a noite escura com apenas uma queima de carvão para iluminar seu caminho. Jack colocou a brasa em um nabo esculpido e tem vagueado pela terra desde então. Os irlandeses o apelidaram de  “Jack O’ Lantern”.

Quando os irlandeses migraram para os Estados Unidos, eles perceberam que as abóboras, fruta nativa da América, era muito mais abundante do que nabo e foi assim que a cultura das abóboras enfeitadas foram disseminadas pelo mundo.

Fontes:

http://communities.washingtontimes.com/neighborhood/life-lines-where-readers-write/2013/oct/29/samhain-halloween-ireland-america/

http://www.history.com/topics/halloween/jack-olantern-history

http://www.infoescola.com/datas-comemorativas/halloween/

Além das fantasias, adoro as decorações criativas que tenho encontrado pela internet. Deem so uma olhada nessas aqui! 😀

Bom, galerinha… vamos ficando por aqui e esse ano vamos curtir o Halloween de forma bem diferente aqui na Irlanda! Yay! 😀 Aguardem as novidades!

Anúncios

Etiquetas:,

7 thoughts on “A verdadeira história do Halloween

  1. andre Outubro 30, 2014 às 11:45 pm Reply

    O SAIMHAIN NAO É UM DEUS CELTA E SIM UMAS DAS QUATRO COMEMORAÇOES QUE ERAM REALIZADAS PELOS CELTAS.

    Gostar

    • blogpartiumundo Outubro 31, 2014 às 9:06 am Reply

      Oi Andre! Tudo bem?
      Muito obrigada pelo toque. Ja atualizei a informacao aqui!
      Tks!

      Gostar

  2. […] um tour mal assombrado?” Tudo estava propício a isso… final de outubro, já em clima de Halloween, cidade antiga cheia de histórias assustadoras e etc. Cenário […]

    Gostar

  3. […] organizado pelo Hostel Culture. O mais legal ainda é que fomos no dia 31 de outubro, ou seja, Halloween! Yay! […]

    Gostar

  4. sulamita correa Junho 18, 2015 às 12:04 pm Reply

    eu adorei

    Gostar

  5. Vanessa Orfao Outubro 18, 2016 às 5:03 pm Reply

    Muito legal essa matéria. Eu passei um Halloween nos Estados Unidos (costa oeste) e me apaixonei. Segundo que li é o segundo feriado mais bem decorado lá. Isso é verdade, as casas e cidades todas decoradas. Eu fiz um post sobre Cambria (que mostra um pouco da decoração), depois passa lá para ver. 🙂 Sou apaixonada por épocas assim, acho lindo! Parabéns, seu post está muito bem escrito. Só de olhar me deu vontade de “partiumundo” de novo kkkkk.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: