O que fazer em Joanesburgo / What to do in Johannesburg: Soweto tour

 

A mais famosa favela da África do Sul, Soweto é um subúrbio da cidade de Joanesburgo e seu nome é uma abreviatura silábica inglesa para South Western Townships.

The South Africa’s most famous shanty town, Soweto is a suburb of Johannesburg city and its name is an English syllabic abbreviation for South Western Townships.

 

Este foi um dos tours que mais mexeu com o nosso psicológico Sério! O segundo eu diria que foi a visita ao Anne Frank museum (clique aqui para ver).

This was one of the most overwhelming tour that we have ever taken in our lives! Seriously! The second one I’d say it was Anne Frank’s (click here to see it).

 

soweto-south-africa-1

Você encontra na maioria casas de quatro quartos, cinicamente chamado de “casas de caixa de fósforos” por moradores, as quais foram construídas pelo governo que forneceu alojamento barato para os trabalhadores negros durante o apartheid. Você também pode encontrar áreas menores onde Sowetanos prósperos construíram casas que são parecidas em tamanho com aquelas de subúrbios mais afluentes.

Mostly you can find four-room houses, cynically called “matchbox houses” by locals, which were built by the government who provided cheap accommodation for black workers during apartheid. You can also find smaller areas where prosperous Sowetans have built houses that are similar in stature to those in more affluent suburbs.

 

soweto-south-africa-2

 

Soweto foi o centro de campanhas políticas destinadas a derrubar o Apartheid. (fonte). Em 16 de junho de 1976 o município atingiu as manchetes quando os estudantes saíram às ruas em um protesto pacífico que terminou em desastre quando a polícia abriu fogo. Vou falar sobre isso depois, quando eu escrever sobre a visita ao Hector Pieterson Memorial.

Soweto was the centre of political campaigns aimed at the overthrow of the apartheid state. (source). On the June 16th, 1976 the township hit the headlines as students took to the streets in a peaceful protest that ended in disaster when the police opened fire. I’ll talk about it later when I write about Hector Pieterson Memorial visit.

soweto-south-africa-3

 

 

Se você estiver interessado em visitar Soweto você pode organizar esse passeio com o Moafrika como fizemos. (para ler o review do hotel clique aqui)

If you’re interested in visiting Soweto you can arrange it with Moafrika like we did. (to see the hotel review click here)

 

O passeio começou às 9h e antes que chegarmos aos subúrbios, visitamos alguns outros pontos, como o Estádio FNB (Soccer City), a casa do Kaizer Chiefs F.C e o maior estádio da África. Foi também palco para a final da Copa do Mundo de 2010 que foi disputada pela Holanda e Espanha.

The tour started at 9am and before we got to the suburbs we visited some other spots such as the FNB stadium (Soccer City), the home ground of Kaizer Chiefs F.C. and the largest stadium in Africa. It was also the venue for the 2010 World Cup Final, which was played by the Netherlands and Spain.

 

soweto-south-africa-5

soweto-south-africa-4

 

Construído em 1951 para complementar o sistema de resfriamento do tanque de pulverização, uma vez que a fonte de resfriamento estava funcionando em sua capacidade, as torres de resfriamento da central de Orlando representam um marco famoso em Soweto.

Nosso guia disse “se você visitar Soweto e não tirar fotos das torres, então você nunca foi a Soweto”. hahahaha

Built in 1951 to supplement the spray pond cooling system as this source of cooling was running at its capacity, the Cooling Towers of Orlando power station are a famous landmark in Soweto.

Our tour guide said “if you visit Soweto and don’t take photos of the towers then you’ve never been to Soweto”. hahahaha

 

soweto-south-africa-6

soweto-south-africa-7

 

Passamos pelo campus de Soweto da Universidade de Joanesburgo e Chris Hani Baragwanath Hospital, o maior do mundo.

We passed by Soweto campus of Johannesburg University and Chris Hani Baragwanath Hospital, the largest one in the world.

 

soweto-south-africa-8
Universidade de Joanesburgo / University of Johannesburg
soweto-south-africa-9
Chris Hani Baragwanath Hospital

 

Ainda não sabemos porque, mas há uma parte de Soweto, onde você pode ver grandes e luxuosas casas sem segurança nenhuma. Pode ser que essas famílias têm a maioria de seus amigos e familiares vivendo lá, então eles não querem se mudar. Você pode ver piscinas do lado de fora, sofisticados carros na garagem e assim por diante. Muito intrigante! Se vocês souberem o que eles fazem e porque eles estão vivendo lá em vez de se mudar para outro lugar, por favor, conte pra gente 😉

We still don’t know why but there’s a part of Soweto where you can see big and luxurious houses with no security at all. It might be families who have most of their friends and family living there so they didn’t want to move. You can see swimming pools from the outside, fancy cars in the garage and so on. Very intriguing! If you guys know what they do and why they’re living there instead of moving to somewhere else, pls let us know 😉

 

A próxima parada foi a Praça Walter Sisulu, local do monumento da Freedom Charter (Carta da Liberdade), que era a declaração dos princípios centrais da Aliança do Congresso da África do Sul que consistia no Congresso Nacional Africano e seus aliados no Congresso Sul-Africano de Indígenas Democratas e o Congresso dos Povos Coloridos. Caracteriza-se por sua demanda de abertura; “O povo governará!”. (fonte)

The next stop was the Walter Sisulu Square, site of the Freedom Charter monument which was the statement of core principles of the South African Congress Alliance, which consisted of the African National Congress and its allies the South African Indian Congress, the South African Congress of Democrats and the Coloured People`s Congress. It is characterized by its opening demand; “The People Shall Govern!”.  (source

 

Seus 10 pilares representam as cláusulas da Carta da Liberdade, enquanto a pavimentação com cruzes celebra a liberdade de voto.

Its 10 pillars represent the clauses of the Freedom Charter, while paving featuring crosses celebrate the freedom to vote.

 

 

Em seguida, outra pessoa tomou posse e nos levou a um passeio a pé pelas ruas pobres em Soweto. O rapaz não cobra por este passeio, mas no fim pede uma doação. Nós pagamos 20 rands.

Then someone else took place and led us to a walking tour through the poor streets in Soweto. The guy doesn’t charge for this tour but in the end he asks for a donation. We paid R20.

 

Depois que atravessamos a linha férrea, tudo ficou mais intrigante. Foi quando visitamos as casas de família que vivem em condições de pobreza extrema. Entramos em uma casa muito pequena onde havia mais de 20 pessoas vivendo lá. Não há banheiro e água corrente. Eles tem que ir para fora para usar banheiros químicos públicos e há apenas uma torneira disponível com água potável para várias de famílias.

After we cross the rail line it became more intriguing. It’s when we visited family houses who live in deeply poor conditions. We entered in a very small house where there were more than 20 people living there. There was no bathroom and running water. They had to go outside for using public chemical toilets and there’s only one tap available with potable water for a bunch of families.

 

 

Seguimos então para a Rua Vilakazi, onde a Casa do Mandela, agora um museu, está localizada, e muito perto você pode encontrar a antiga residência do Arcebispo Desmond Tutu, representando a única rua no mundo onde você encontra dois vencedores do Prêmio Nobel da Paz.

We headed then to Vilakazi Street where the Mandela House, now a museum, is located and very close you can find the Archbishop Desmond Tutu’s former residence which means this is the only street in the world where you find two Nobel peace prize winners.

 

soweto-south-africa-28

soweto-south-africa-29

 

Morrendo de fome, decidimos não visitar o museu Nelson Mandela por dentro e fomos direto para o Restaurante Sakhumzi para uma experiência autêntica de Soweto. O almoço estava incluso no passeio, só tivemos que pagar as bebidas.

Starving we decided not to visit Nelson Mandela museum inside and we went straight to Sakhumzi Restaurant for an authentic Soweto experience. The lunch was included on the tour, we only had to pay for the beverages though.

 

Próximo ao restaurante locais vieram até a gente cantando e pedindo dinheiro. Então fique atento se alguém se aproximar de você cantando. Não os deixem terminar e apenas diga que você não está interessado.

Close to the restaurant locals came to us singing and asking for money. So stay alert if someone approaches you singing. Don’t let them finish and just say you’re not interested.

 

Pegamos o Soweto Apartheid Museum and Lunch Tour que custa 990.00 Rands por pessoa. Vou falar sobre o Apartheid Museum em um post separado no blog.

We took the Soweto Apartheid Museum and Lunch Tour which costs R990.00 per person. I’ll talk about the Apartheid Museum in a separate blog post.

 

Você pode até pensar que fazer este passeio é perigoso, mas não é. Definitivamente não recomendamos que você vá por si só! Estávamos com nossas câmeras, celulares e tudo mais e não nos sentimos ameaçados porque estávamos com um guia que estava acostumado a fazer isso.

You might think to take this tour is dangerous but it’s not. We definitely don’t recommend you to go on your own! We were with our cameras, cell phones, and stuff and we didn’t feel threatened as we were with a tour guide who was used to do that.

 

O passeio em Soweto levou cerca de 3 horas. Além de observar para as casas do carro, deparando com pessoas muito pobres e alguns mais afortunados que vivem lá, é importante realmente visitar algumas casas e testemunhar a vida cotidiana lá. É por isso que nós recomendamos que você faça o tour do MoAfrika porque eles te levam para dentro das casas e é assim que você vai entender como algumas pessoas vivem lá. Quando você visita uma cidade nova você deve compreender a cultura local, assim você aprecia melhor sua visita.

The tour in Soweto took about 3 hours. Besides watching at the houses from the car, facing the very poor people and some more fortunate ones who live there, it’s important to really visit some houses and witness the daily life there. That’s why we highly recommend you to take MoAfrika’s tour because they take you inside the houses and this is how you’re gonna understand how some people live in there. When you visit a new city you must understand the local culture so you can enjoy better.

 

Confira nosso vídeo para ver mais.

Check out our video to see more.

 

Soweto é de fato imperdível em qualquer roteiro, não é verdade?

Já visitou algum lugar com contrastes surreais? Compartilha com a gente deixando seus comentários abaixo. 🙂

Soweto really is a must on any visitor’s itinerary, don’t you think?

Have you already visited some place of surreal contrasts? Share it with us leaving your comments below.  🙂

 

Veja também / See also:

 

Clique aqui para consultar todos os posts sobre atrações em Joanesburgo

Click here to check all blog posts about Johannesburg attractions.

 

 

Clique aqui para consultar todos os posts sobre Joanesburgo.

Click here to check all blog posts about Johannesburg.

 

 

Clique aqui para ver todos os posts sobre a África do Sul.

Click here to check all blog posts about South Africa.

 

 

Se você gostaria de estudar inglês na África do Sul, envie um email para partiumundo@gmail.com e te ajudaremos com isso 🙂

If you’re interested in studying English in South Africa, send an email to partiumundo@gmail.com and we’ll assist you 🙂

Posted by

Somos um casal apaixonado por viagens. Além disso, adoramos compartilhar nossas aventuras e o nosso dia-a-dia também. É exatamente sobre tudo isso que falamos no nosso blog partiumundo.com, o qual convidamos a todos a darem uma conferida, pois é lá que vocês encontrarão dicas para viagens de uma forma geral. Sejam bem vindos e esperamos receber feedback de vocês. Beijos carinhosos, Carolina e Victor.

Deixar uma resposta