6. Série trabalhar na Irlanda: inglês básico e entrevista marcada. E agora? / To work in Ireland: I have basic English and a scheduled interview. What’s next?

É bem provável que essas perguntas ecoem na mente de muitos intercambistas de primeira viagem: Em que ponto as dificuldades linguísticas se tornam uma barreira na hora de uma entrevista de emprego, por exemplo? Há algum caminho para amenizar os “tropeços” na língua inglesa? O que fazer quando a tão sonhada entrevista é marcada, mas o inglês continua no verbo “to be”?

It’s likely having these questions in the mind of many first-time exchange students: At what point language difficulties become an obstacle when it comes to a job interview, for instance? Is there any way to soften mistakes when speaking in English? What to do when the so expected interview is scheduled, but English remains on “verb to be”?

 

A maioria dos intercambistas que resolve ir para a Irlanda tem o objetivo de aprender ou aprimorar o inglês. Porém, se você colocar no currículo “nível de inglês: básico ou intermediário”, as chances  de arrumar um emprego são muito pequenas. Portanto, aproveite os primeiros dias para fazer uma espécie de imersão na cultura irlandesa, de modo a sugar o máximo que puder do que tem de disponível na Irlanda a fim de fazer o seu inglês melhorar o mais rápido possível.

Most exchange students who decides to go to Ireland aims to learn or improve their English. But if you add this info on your CV: “English level: elementary or intermediate”, the chances of getting a job are very few. So, enjoy the first few days to make a kind of immersion in the Irish culture, in order to soak up as much as possible of what is available in Ireland in order to improve your English as quickly as possible.

 

6. Working in Ireland blog series 1

Vale ir dez vezes ao supermercado no mesmo dia para ter a oportunidade de se familiarizar com o sotaque, perguntar por direção, mesmo estando na esquina de casa, e até “ficar de butuca” na conversa alheia. Parece bobagem, mas esse exercício prático pode te ajudar – e muito – a começar a se acostumar com a língua e a agregar vocabulário.

It’s worth going ten times to the supermarket on the same day to have the opportunity to become familiar with the accent, ask for directions, even if you are very close to your house and even eavesdrop. It seems silly, but this simple exercise can help you a lot start getting used to the language and increase your vocabulary.

 

Outra dica para treinar o ouvido é criar o hábito de escutar programas de rádio. Não se importe se no início você perder 90% da informação transmitida, pois o importante é perceber que pouco a pouco as palavras vão começar a fazer sentido. Não demorará muito para você perceber que o seu ouvido estará bem mais treinado.

Another tip to train your listening is to establish the habit of listening to the radio. Don’t mind if at first you miss 90% of the transmitted information, because it’s important to realize that gradually the words will start making sense. It will not take long for you to realize that your ear is much more trained.

 

Dessa forma, você já pode ir atualizando o seu currículo com um nível melhor de inglês. Claro que, ainda assim, no momento da entrevista o nervosismo toma conta e parece que você não aprendeu nada nos últimos tempos. Mas tenha calma! A dica é falar que você ainda está se adaptando com o sotaque e pedir para o entrevistador falar mais devagar. Isso facilitará bastante, acredite!

So you can now start updating your CV saying you have a better level of English. Of course, the jitters can come up during interview and it seems you haven’t learned anything recently, but take it easy! The tip is to say you’re still getting used to the accent and ask the interviewer to speak more slowly. This facilitates a lot, believe me!

 

6. Working in Ireland blog series 2

 

Outra dica é pesquisar bastante na internet o vocabulário pertinente à área em que você está concorrendo à vaga. Se é para kitchen porter, procure saber como são chamados em inglês os utensílios de cozinha, as comidas, possíveis ingredientes, e por aí vai. Se a vaga for para cleaner, procure saber os nomes dos produtos de limpeza, das marcas mais utilizadas, etc. Dessa forma, você demonstrará ao entrevistador que você tem experiência e que está apto a trabalhar naquele setor, o que normalmente é exigido.

Another tip is to look up relevant vocabulary which corresponds to the job vacancy you’re applying for. Whether it’s for kitchen porter, find out how to say in English cooking utensils, also food, possible ingredients, and so on. If the vacancy is for cleaner, find out the names of cleaning products, brands most frequently used, etc. So you will demonstrate to the interviewer you have experience and are able to work in that sector, which is usually required.

 

O Victor passou alguns apertos nos primeiros dias exatamente por não conhecer muito bem o vocabulário utilizado na cozinha, mas a equipe do café em que ele trabalhava na época, ao perceber isso, começou a apontar os itens enquanto pediam por eles. Com o tempo ele foi assimilando tudo, mas o fato é que ele teria evitado esse “período de adaptação” caso tivesse estudado sobre os utensílios de cozinha, exatamente como estamos sugerindo agora.

Victor’s been through some trouble on the first days because he didn’t know very well the vocabulary used in the kitchen, but the Cafe staff where he used to work for realized this and started pointing out the items as demanded. Over time he started assimilating everything, but in fact he’d have avoided this period of adaptation if he had studied about kitchen utensils, just as we are now suggesting.

 

Como eu era da área de Comércio de Exterior, não tive muita dificuldade, pois o vocabulário já é em inglês em qualquer empresa de qualquer país. Tudo isso para “padronizar” a linguagem e facilitar os procedimentos diários. Assim, não enfrentei muitos problemas. De qualquer forma, tive que me adaptar à rotina de uma empresa irlandesa e aprendi bastante lá. Afinal, era um ambiente de trabalho completamente novo.

As I was a Foreign Trade professional, I didn’t have much trouble because the vocabulary is already in English in any company in any country, in order to “unify” the language and facilitate daily procedures. So, I didn’t face many problems. However, I had to adapt to the routine of an Irish company and I learned a lot. After all, it was a completely new working environment.

 

A nossa intenção não é desanimar, mas orientar e mostrar a realidade, uma vez que as chances de existir um emprego na Irlanda em que você não precise se expressar em inglês são bem pequenas. A não ser que você esteja buscando emprego como entregador de jornal e plaqueiro, por exemplo, que são cargos que não exigem fluência no idioma. Ainda assim, para conseguir a vaga você terá que ultrapassar as barreiras linguísticas, pois precisará, pelo menos, se fazer entender.

Our intention is not to discourage but to guide and be realistic, since the chances of existing a job in Ireland which you don’t need to speak English are very few. Unless you’re looking for a job as a newspaper delivery person and sign holder, for instance, which are positions that don’t require fluency in the language. Still, to get a job you’ll have to overcome language barriers, because you’ll need at least make yourself understandable.

 

Outra coisa importante é ser sincero. Antes mesmo de começar a responder as perguntas, agradeça a oportunidade e ressalte o seu interesse em melhorar o inglês, deixando claro que o emprego certamente potencializará o seu processo de aprendizagem. Além disso, não tenha receio de pedir educadamente para o entrevistador repetir a pergunta caso você não compreenda. Um “could you repeat please?” ou mesmo um “pardon…” funciona bem.

First of all you have to be honest. Before you even begin to answer the questions, thank for the opportunity and emphasize your interest in improving your English, make clear this job will certainly enhance your learning process. Also, don’t be afraid to politely ask the interviewer to repeat the question if you don’t understand. “Could you repeat please?” or even “pardon …” work well.

 

6. Working in Ireland blog series 3

 

Treine bastante em casa e prepare-se para o grande momento, assim como fazemos no Brasil. Procure saber sobre a empresa também, pois isso é sempre bom em qualquer lugar!

Practice a lot at home and get ready for the great moment, as we do in our home country. Find out about the company as well, because it’s always a good idea anywhere!

 

Lembrando que se você já tem sua viagem marcada para a Irlanda e precisa adquirir um seguro viagem, clique aqui para consultar os planos internacionais e de intercâmbio da seguradora GTA.

 

Agora é com vocês, galera! Quais dicas vocês compartilhariam para se preparar para uma entrevista na Irlanda?

Over to you, guys! What tips would you share for getting ready to an interview in Ireland?

 

Pics: https://www.pexels.com

 

Veja também / See also:

 

Clique aqui para ver todos os posts sobre a Série Trabalhar na Irlanda.

Click here to check all blog posts about Working in Ireland blog series.

 

Clique aqui para ver todos os posts sobre a Irlanda.

Click here to check all blog posts about Ireland.

 

Clique aqui para ver todos os posts sobre Programas de Intercâmbio.

Click here to check all blog posts about Student Exchange Programme.

 

E se você gostaria de estudar na Irlanda, envie seu pedido de orçamento para partiumundo@gmail.com e a MD4S Intercâmbio irá entrar em contato 🙂

If you’d like to study in Ireland, send your quotation request to partiumundo@gmail.com and MD4S Study Abroad will get in touch 🙂

 

Vai viajar e precisa comprar moeda estrangeira? Consulte as taxas mais em conta oferecidas pela Câmbio Store. E ao utilizar o cupom partiumundo, você terá automaticamente uma taxa negociada super atrativa! Não perca essa oportunidade e economize!

 

 

Posted by

Somos um casal apaixonado por viagens. Além disso, adoramos compartilhar nossas aventuras e o nosso dia-a-dia também. É exatamente sobre tudo isso que falamos no nosso blog partiumundo.com, o qual convidamos a todos a darem uma conferida, pois é lá que vocês encontrarão dicas para viagens de uma forma geral. Sejam bem vindos e esperamos receber feedback de vocês. Beijos carinhosos, Carolina e Victor.

Deixar uma resposta